A Gol e a LATAM voam dos principais aeroportos do país para Santarém. Do aeroporto, são 38km de estrada asfaltada até a vila de Alter do Chão.

Se você vem do sul ou sudeste do país e tem tempo para explorar a Amazônia, recomendamos que você voe para Manaus, conheça a cidade, que é cheia de atrativos, e venha para Santarém de barco. São dois dias vivendo no Rio Amazonas.

A Amazônia é para ser sentida e percebida devagar, esqueça o ritmo alucinante das capitais. A experiência é lenta e rica!

Você pode chegar a Santarém de barco partindo de Manaus, com dois dias de viagem, ou partindo de Belém, com cinco dias de viagem. As modalidades de acomodação no barco pode ser em redes, redes com ar-condicionado ou camarote.

As empresas que fazem o transporte de barco são:

Manaus/Santarém:

Ana Beatriz IV - 92 9149-8860 | 92 9112-1014 | 93 3522-6061
São Bartolomeu - 93 9145-9252 | 93 9975-2452
Luiz Afonso - 93 9143-0837 | 92 9292-7604
Cisne Branco - 91 3224-1225

Belém/Santarém:

Amazon Star Turismo
Site: www.amazonstar.com.br
Telefones: 91-3241-8624 | 91-3212-6244

Dicas para a viagem de barco

  • Você pode viajar em rede: (cada um leva a sua). As redes são colocadas uma ao lado da outra. Esteja atento, especialmente se viajar só;
  • Você pode alugar um camarote, onde você terá mais privacidade e segurança. Os barcos não oferecem roupa de cama;
  • Leve algumas frutas, biscoitos. Evite as comidas pesadas e muito temperadas;
  • Beba água mineral;
  • Os barcos na Amazônia transportam de tudo, de alimentos a material de construção, além de passageiros, claro. Aqui, o rio é a rua. Não vá estranhar!
  • Em alguns lugares, há mosquitos - traga repelente e protetor solar (use mesmo que não tenha sol);
  • Traga roupas leves e confortáveis. No barco, à noite, a temperatura pode cair um pouco, não chega a fazer frio.
  • O ideal seria que você tivesse de dez a quinze dias para conhecer Manaus, Santarém, Belterra e Belém, com uma semana de estadia em Santarém.
Topo